sábado, 20 de fevereiro de 2010

HULK E SAPUNARU DE CASTIGO

A Comissão de Disciplina da Liga puniu os jogadores Hulk (4 meses) e Sapunaru (6 meses) pelos incidentes registados no Túnel da Luz. Um castigo que não surpreendeu ninguém e de difícil contestação.

O FC Porto, obviamente contesta como parte interessada, mas não consegue anular as agressões, não as consegue justificar, não consegue repetir as provocações nem explicar a razão dos seus jogadores terem sido chamados para saírem do balneário onde já se encontravam, para iniciarem os confrontos, tal como na época anterior.

É um castigo duro, tal como dura foi a reacção dos jogadores. Já aqui tinha dito que os clubes aprovam os regulamentos, mas apenas para serem aplicados aos outros. Quando as comissões funcionam é porque foi cometido um erro estratégico que necessita de correcção.

Curioso é o facto de Ricardo Costa conseguir explicar as suas decisões e quem o ataca não conseguir demonstrar a sua incompetência.

1 comentário:

Firmino disse...

O Ricardos Costa explicou bem mediante o enquadramento regulamentar que adoptou. Só não explicou esse enquadramento pois, se o fizesse, a máscara cair-lhe-ia de imediato. Todos nós, mais atentos e imparciais, sabemos que as leis são suficientemente maleáveis para se poderem permitir várias interpretações. Para além disso, o "provocador" dos contecimentos, o SLB, ao colocar os stewards naquele local a provocar os atletas (depois de um jogo sempre muito "quente") foi punido com extrema dureza: 1.500,00€. Deixemo-nos de brincadeiras e de falsas morais! O maior culpado não foi punido: o SLB.