segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

EMPATE MARCADO

O clássico FC Porto vs SL Benfica terminou empatado a 1 golo. FC Porto a entrar forte como se esperava e o Benfica a responder como não se esperava.

Benfica personalizado, consistente, capaz e com uma atitude competitiva que surpreendeu o adversário. Este é o Benfica de Quique, talhado para este tipo de jogos, jogando ao ataque fechadinhos cá atrás. Neste jogo, a filosofia de Quique foi bem aplicada pelos jogadores.

O FC Porto preparou em demasia este jogo, mas não preparou convenientemente o desenrolar do jogo. Acusou a responsabilidade e não conseguiu manter ritmos elevados. Acima de tudo, a equipa estava programada para marcar cedo e gerir depois. As coisas não saíram assim e esteve perto de perder o jogo.

Pedro Proença teve influência no resultado, assinalando uma penalidade que não existiu, quando o FC Porto revelava sérias dificuldades em contornar as armadilhas que o Benfica espalhou.

1 comentário:

Anónimo disse...

Antes de mais digo desde já que sou sportinguista, acompanhei o jogo do dragão pela internet (atdhe.net), enquanto via o meu Sporting a levar um banho de bola em Alvalade (mas isso são outras conversas, Paulo Bento já tás a mais).
Só decidi escrever aqui qualquer coisa, devido ao fato de tratar-se de um jornalista ingles a relatar o jogo do Dragão, e por várias pessoas criticarem o profissionalismo do jornalista do jornal o Público que escreveu a crónica ao jogo, e que tem sido referenciada em diversos blogs nacionais.
Como os 2 jogos estavam a dar simultaneamente nas televisões, em relação ao jogo do Dragão, ouvia os comentários, e depois desviava o olhar para o pc para ver as repetições.
No "tal" penalty sobre o lucho, ele não fez referencia a nada. Nada mesmo. Em inglaterra deve ser um lance normal, e os jogadores n se atiram deliberadamente para o chão. Por isso é que o Ronaldo está melhor jogador.
No do Lisandro, o comentário foi este: " there's absolutily not real contact"
No amarelo do Katsouranis (que só vi a repetição porque ouviu-se um riso do jornalista) : "Beautifull simulation, taking the yellow card off his direct opponent"
Eles (jornalistas ingleses) pagos para comentar estes jogos tristes e falsos do campeonato português, (e não falo só deste) devem ser uns tristes da vida, por estarem no patamar mais baixo da sua carreira profissional.
Só digo mais uma coisa, peçam pra despedir também esse comentador inglês, que com certeza também não percebe nada de bola.

Sporting e Benfica no campeonato Espanhol já, Lucho fora do Porto, porque não merece estar no clube que está.