domingo, 8 de fevereiro de 2009

SÓCRATES AO ESPELHO

José Sócrates prometeu, no Porto, "aliviar a carga fiscal das classes médias", limitando as deduções fiscais daqueles que beneficiam de maiores rendimentos. "Essa é a nossa proposta de bandeira no que diz respeito ao combate às injustiças fiscais e na construção de uma maior equidade fiscal. No fundo, trata-se de limitar para que haja no nosso país mais igualdade".

Preciso de um esclarecimento, não é este José Sócrates que é Governo há 4 anos? Realmente, nestas alturas é que podemos e devemos analisar quem vamos escolher.

1 comentário:

Nelson disse...

Dentro do espírito do seu raciocínio deixo estas palavras:

- aumento do salário mínimo não;
- investimento público não;
-(in)cumprimento dos acordos com os camionistas não;
- descer as deduções da classe mais alta para compensar na classe média não.

Então o que fazer? Mudam os cenários, as medidas devem ser ajustadas. ok claro que ano eleitoral também ajuda, mas não só.

É complicado quando a "líder" da oposição sai do silêncio só para dizer não!

Problemas todos apresentam e críticas mas e soluções credíveis?

Se calhar fui demasiado duro ao dizer oposição. Reformulo partidos com lugar na assembleia da república que não o PS.